No decorrer da História, a criança tem ocupado diferentes posições frente às expectativas dos pais e frente à sociedade. Ser criança é conviver em um mundo de constantes descobertas, de negociação com o desconhecido. Durante esta fase, as crianças vivenciam diferentes sentimentos e aprendizados, os quais são expressos na forma de criatividades e de fantasias.

As habilidades criativas que as crianças vão desenvolvendo durante a infância estão ligadas com a dimensão do brincar. Este brincar é a expressão do psiquismo infantil em que a criança se organiza e elabora os processos vividos cotidianamente. A brincadeira contribui de forma bastante efetiva para o relacionamento social das crianças.

Quando estes manejos com as com as situações cotidianas, dão lugar a mudanças no comportamento como: agressividade, isolamento, irritabilidade, por exemplo, é um momento de cuidar da saúde mental das crianças.

Cuidar da saúde mental das crianças é imprescindível para que os efeitos dos sintomas não tomem proporções maiores no futuro, tanto pelo cuidado quanto pela prevenção de psicopatologias na adolescência e na vida adulta.

A psicoterapia infantil é uma forma de cuidado e a atenção com a saúde mental da criança, com o intuito de compreender e facilitar a mudança nessa fase da vida. Na psicoterapia infantil por meio da ludicidade, são trabalhados os âmbitos pessoais e sociais da criança com o objetivo de desenvolver na criança estratégias de enfrentamento expressão dos sentimentos e emoções, bem como trabalhar de forma interdisciplinar com outros profissionais.

 

Psicólogo Marcelo Moreira Cezar
CRP 07/21158

Postagens Recentes

Deixe um Comentário